Novo livro salva Rushdie de "desastre" em sua vida particular

quarta-feira, 16 de abril de 2008 12:05 BRT
 

Por Mike Collett-White

LONDRES (Reuters) - O escritor britânico Salman Rushdie diz que o fato de escrever um novo romance o salvou do "desastre" de seu divórcio de sua quarta mulher, Padma Lakshmi, no ano passado.

"The Enchantress of Florence", seu décimo romance, é uma história que se passa nos séculos 15 e 16, sobre intrigas de cortes na Florença e em Fatehpur Sikri, capital do império mogol. A nova obra marca o retorno ao realismo mágico que é a marca registrada de Rushdie.

"Foi um bom lugar para ir quando minha vida privada estava destruída, e acho que foi um refúgio, de certo modo", disse Rushdie à Reuters em entrevista.

"No final, acho que o que me fez conseguir superar tudo foi a longa familiaridade da disciplina necessária para se escrever um romance."

Rushdie é conhecido sobretudo por "Os Versos Satânicos", de 1988, que provocou a ira de muçulmanos e o obrigou a viver na clandestinidade, depois de o então líder religioso supremo do Irã lançar um edito condenando-o à morte.

Ele anunciou seu divórcio de Lakshmi em 2007, pondo fim a um casamento que durara três anos.

"Descobri que o hábito de toda uma vida de ir à minha mesa, passar o dia trabalhando e não me permitir divagar foi o que me ajudou a recuperar."

"Passei algum tempo fora dos trilhos. Fiquei mal, e escrever me trouxe de volta."   Continuação...

 
<p>O escritor brit&acirc;nico Salman Rushdie durante entrevista concedida &agrave; Reuters em Londres. Rushdie diz que o fato de escrever um novo romance o salvou do 'desastre' de seu div&oacute;rcio de sua quarta mulher, Padma Lakshmi, no ano passado. Photo by Dylan Martinez</p>