Kidman temeu acidente durante perseguição de fotógrafo

segunda-feira, 19 de novembro de 2007 09:36 BRST
 

Por Michael Perry

SYDNEY (Reuters) - A atriz Nicole Kidman disse na segunda-feira a um tribunal australiano que chorou de medo de um acidente ao ser perseguida por um fotógrafo na Austrália em 2005.

Ela relatou à Corte Suprema de Nova Gales do Sul que seu motorista, John Manning, lhe contou que um fotógrafo os perseguia, dirigindo perigosamente, no trajeto até a casa dos pais da atriz, em 23 de janeiro de 2005. O fotógrafo teria passado em um sinal vermelho e invadido um canteiro de concreto.

"Fiquei encolhida a maior parte da viagem", disse ela, mostrando como protegeu a cabeça atrás das mãos postas, em posição de oração.

"John Manning me disse que estávamos sendo seguidos por Jamie Fawcett e outro carro. Ele disse que eles estavam guiando que nem loucos, haviam passado em um sinal vermelho e saltado sobre o canteiro central. Fiquei com medo, preocupada com um acidente. Fiquei realmente com medo."

Segundo ela, o motorista chegou abalado ao destino, enquanto ela ficou "às lágrimas e nervosa".

O incidente relatado por ela lembra a perseguição que terminou no acidente, em Paris, que matou a princesa Diana e o namorado dela, em 1997.

O depoimento de Kidman, que vestia saia cinza, blusa bege e um cardigã, foi parte do processo por difamação movido pelo fotógrafo Jamie Fawcett contra a Fairfax Media, editora do jornal Sun Herald.

O jornal já foi condenado em primeira instância por uma reportagem de 2005 difamando Fawcett.   Continuação...

 
<p>Kidman temeu acidente durante persegui&ccedil;&atilde;o de fot&oacute;grafo. A atriz Nicole Kidman disse na segunda-feira a um tribunal australiano que chorou de medo de um acidente ao ser perseguida por um fot&oacute;grafo na Austr&aacute;lia em 2005. 19 de novembro. Photo by Will Burgess</p>