Pai de Britney mantém até julho controle de bens da cantora

quinta-feira, 6 de março de 2008 17:37 BRT
 

LOS ANGELES (Reuters) - O pai de Britney Spears vai conservar até 31 de julho o controle sobre os assuntos pessoais e comerciais da popstar, informou na quinta-feira um porta-voz da Corte Superior de Los Angeles.

A decisão de Reva Goetz, da Corte Superior de Los Angeles, foi tomada na quarta-feira, disse o porta-voz Allan Parachini.

Em fevereiro o tribunal colocou os bens da cantora, de 26 anos, sob o controle compartilhado de seu pai, Jamie Spears, e do advogado Andrew Wallet. Britney tinha sido hospitalizada duas vezes em janeiro para ser submetida a avaliação psiquiátrica.

O controle tinha vigência marcada até 10 de março.

Desde sua separação de seu ex-marido Kevin Federline, em 2006, a vida de Britney Spears parece ter fugido a seu controle.

Ela perdeu a guarda e o direito de visita a seus dois filhos e passou tempo numa clínica de reabilitação de dependentes de drogas. Há meses a cantora, nascida na Louisiana, vem sendo vista em Los Angeles na companhia de seu autodeclarado empresário, Sam Lutfi, usando peruca cor-de-rosa e falando com sotaque britânico.

Em fevereiro, quando o tribunal concedeu o controle compartilhado a Jamie Spears e Andrew Wallet, as autoridades também emitiram uma ordem temporária de restrição contra Lutfi, proibindo-o de aproximar-se de Britney Spears.

Uma audiência para tratar desse assunto foi marcada para 17 de março.