December 11, 2007 / 11:43 AM / 10 years ago

Led Zeppelin eletriza 20 mil roqueiros em Londres

3 Min, DE LEITURA

<p>F&atilde;s chegam &agrave; casa de shows O2 Arena, antecedendo apresenta&ccedil;&atilde;o do conjunto Led Zeppelin no sudeste londrino. A banda brit&acirc;nica Led Zeppelin fez na segunda-feira um show eletrizante durante mais de duas horas, alimentando a nostalgia de 20 mil espectadores da Arena O2, em Londres, com 16 m&uacute;sicas. Photo by Toby Melville</p>

Por Mike Collett-White

LONDRES (Reuters) - A banda britânica Led Zeppelin fez na segunda-feira um show eletrizante durante mais de duas horas, alimentando a nostalgia de 20 mil espectadores da Arena O2, em Londres, com 16 músicas, inclusive seus maiores hits.

Muitos fãs saíram em êxtase, pedindo mais e dizendo que o Led Zeppelin soa melhor hoje do que no seu auge, na década de 1970.

"Eu os vi umas duas vezes nos anos 70, e acho que eles na verdade melhoraram", disse John, um cinquentão já calvo. "A qualidade do som era uma porcaria naquela época".

As calças apertadas e as camisas abertas dos velhos tempos sumiram, e os instrumentistas passaram o show inteiro, sem intervalos, praticamente parados.

Mas o vocalista Robert Plant, 59 anos, mostrou a que veio já na abertura, com "Good Times Bad Times".

"Nos dias da minha juventude, me disseram o que era ser um homem. Agora cheguei na idade, tentei fazer tudo isso do melhor jeito possível. Não importa quanto eu tente, eu acho meu jeito de fazer o mesmo de sempre", cantou Plant para uma platéia que aplaudia cada compasso do show, um dos mais aguardados do ano no mundo todo.

O grisalho Jimmy Page, 63 anos, lembrou ao mundo por que é considerado um dos melhores guitarristas que há, enquanto John Paul Jones, 61, mostrava sua versatilidade pulando do baixo para o teclado.

O quarteto foi completado por Jason Bonham na bateria. O pai dele, John, morreu em 1980, após uma bebedeira, o que levou ao fim do quarteto que havia vendido mais de 300 milhões de cópias e influenciado inúmeras bandas desde então.

O Led tocou clássicos como "Stairway to Heaven", "Kashmir" e "Whole Lotta Love", além de canções menos conhecidas, como "In My Time of Dying" e "For Your Life", apresentada ao vivo pela primeira vez.

Foi o primeiro show completo do Led Zeppelin desde 1979, segundo a revista NME, que fez uma resenha entusiasmada sobre a volta da banda.

O concerto de segunda, um tributo beneficente ao produtor Ahmet Ertegun, que assinou o contrato da banda em 1968, provocou fervorosas especulações de que o grupo iria fazer uma turnê.

"Vamos apenas fazer [o show no] O2 e vamos ver o que acontece depois", disse Page à Reuters recentemente. "Não tenho uma bola de cristal aqui, nem você".

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below