"Ensaio sobre a Cegueira" abre festival de Cannes

terça-feira, 13 de maio de 2008 20:55 BRT
 

Por Mike Collett-White

CANNES, França (Reuters) - O vigoroso longa-metragem brasileiro "Ensaio sobre a Cegueira" abre o festival de Cannes na quarta-feira, primeiro de 12 frenéticos dias de filmes, publicidade e festas madrugada adentro na Riviera Francesa.

Dirigido por Fernando Meirelles (de "Cidade de Deus"), "Ensaio sobre a Cegueira" ("Blindness" no exterior) é uma adaptação da obra homônima do escritor português José Saramago, Nobel de Literatura. Contra a história de uma cidade onde repentinamente todos ficam cegos -- exceto a mulher do médico, interpretada por Julianne Moore, que vê fatos aterradores a seu redor e gradualmente se conscientiza da responsabilidade que tem.

A escolha de "Ensaio sobre a Cegueira" para abrir Cannes é adequada para uma edição que privilegia o cinema sul-americano.

A outra estréia brasileira no festival é "Linha de Passe", de Walter Salles. Há também dois filmes argentinos: "Leonera", de Pablo Trapero, e "A Mulher Sem Cabeça", de Lucrecia Martel.

Eles disputam a Palma de Ouro com "Changeling", de Clint Eastwood e com Angelina Jolie, e "Che", de Steven Soderbergh, com Benicio del Toro no papel do revolucionário argentino-cubano, e Rodrigo Santoro no papel do atual presidente de Cuba, Raúl Castro, num épico de quatro horas e meia em duas partes.

Os dois outros representantes norte-americanos são "Two Lovers", de James Gray, com Gwyneth Paltrow e Joaquin Phoenix, e "Synecdoche, New York", de Charlie Kaufman, com Philip Seymour Hoffman.

Mas a maior badalação na Riviera neste ano deve ser em torno da nova aventura do arqueólogo Indiana Jones, mais uma vez na pele de Harrison Ford e sob a direção de Steven Spielberg. Chama-se "Indiana Jones and the Kingdom of the Crystal Skull" ("Indiana Jones e o Reino da Caveira de Cristal").

Fora de competição, Woody Allen apresenta "Vicky Cristina Barcelona", com Penélope Cruz, Scarlett Johansson e Javier Bardem.   Continuação...