Rede dos EUA é criticada por plano de entrega do Globo de Ouro

sexta-feira, 11 de janeiro de 2008 11:16 BRST
 

Por Steve Gorman

LOS ANGELES (Reuters) - O plano da rede NBC de produzir, televisionar e lucrar sozinha uma coletiva de imprensa para anunciar os ganhadores do Globos de Ouro atraiu críticas de especialistas em mídia, para os quais isso confunde a linha que separa o jornalismo do entretenimento na TV.

"Trata-se de um empreendimento de entretenimento disfarçado como notícia", observou na quinta-feira Kelly McBride, líder do grupo de ética do Instituto Poynter, da Flórida, uma escola sem fins lucrativos para jornalismo. "Os responsáveis por uma coletiva de imprensa não costumam lucrar com os comerciais."

A coletiva de imprensa incomum para anunciar os vencedores do Globo de Ouro, que acontece no domingo, foi organizada às pressas esta semana, depois de os organizadores terem cancelado a cerimônia tradicional em homenagem a artistas de cinema e TV, devido à ameaça de piquetes dos roteiristas em greve contra os grandes estúdios de Hollywood.

Em lugar de um evento de gala de mais de três horas de duração, com estrelas de cinema percorrendo o tapete vermelho e recebendo troféus sobre um palco, o programa deste ano foi reduzido a uma hora durante a qual a Associação da Imprensa Estrangeira em Hollywood, responsável pelo Globo de Ouro, anunciará os nomes dos vencedores.

Não está prevista a presença de estrelas, e boa parte do programa transmitido ao vivo pode ser repleto de videoclipes dos indicados e dos vencedores.

A NBC ainda não revelou o formato exato do evento, mas disse que será precedido por um especial "Dateline NBC" de duas horas sobre outros Globos de Ouro.

O fato de se justapor uma coletiva de imprensa televisionada com um especial "Dateline" permitirá à NBC conservar alguma aparência do evento de premiação que nos últimos anos vinha gerando entre 15 milhões e 20 milhões de dólares de receita publicitária.

A divisão de entretenimento da rede normalmente paga cerca de 6 milhões de dólares à Associação da Imprensa Estrangeira em Hollywood pelos direitos sobre o show. Como o evento agora será produzido pela NBC News, a Associação concordou em abrir mão desse valor.

Mas a NBC informou que, mesmo assim, vai vender tempo de anúncios nos intervalos da coletiva de imprensa e do especial "Dateline".