Coréia do Norte convida Eric Clapton para apresentação

terça-feira, 26 de fevereiro de 2008 15:51 BRT
 

LONDRES (Reuters) - A Coréia do Norte convidou Eric Clapton a levar seu rock à sua capital, disse na terça-feira um porta-voz da embaixada do país comunista em Londres.

"Enviamos recentemente uma carta ao agente de Clapton convidando-o a Pyongyang para um concerto. Acho que, se ele fizer um concerto em Pyongyang, será uma boa oportunidade para o povo coreano compreender a música ocidental", disse o porta-voz.

"Eric Clapton é um guitarrista mundialmente famoso. Ele é bastante conhecido não apenas no Reino Unido, mas no mundo inteiro. Então seria fantástico se ele viesse tocar em Pyongyang."

Se esse concerto se concretizasse, faria do roqueiro britânico de 62, o premiado com o Grammy cantor de "Layla" e "Cocaine", o primeiro astro ocidental de rock a apresentar-se em Pyongyang.

Uma representante da gravadora de Clapton, a Warner Music, se negou a comentar a notícia, e não foi possível contatar o agente do músico imediatamente para ouvir sua versão dos fatos.

Após anos de isolamento, a Coréia do Norte parece estar incentivando os intercâmbios culturais com o Ocidente.

A Filarmônica de Nova York, que é a mais antiga orquestra sinfônica norte-americana, apresentou-se na Coréia do Norte nesta terça-feira, num concerto transmitido ao vivo pela única emissora de TV do país.

Washington, que negocia o fim do programa nuclear norte-coreano, disse que prevê que intercâmbios culturais futuros dependem dos avanços das negociações nucleares.

Mas um porta-voz da embaixada disse que a Coréia do Norte vai enviar uma orquestra sinfônica à Grã-Bretanha este ano e quer convidar um músico britânico em troca, quando a programação de Clapton lhe permitir.

"Acho que a questão será decidida pelo sr. Eric Clapton. Nós o convidamos para vir no momento em que for conveniente para ele", disse o porta-voz.