Família de Ledger vai aos EUA recolher corpo, diz jornal

sexta-feira, 25 de janeiro de 2008 17:19 BRST
 

NOVA YORK (Reuters) - O pai do ator australiano Heath Ledger deve chegar na sexta-feira a Nova York para recolher o corpo, segundo o jornal New York Daily News. A causa da morte de Ledger, de 28 anos, ocorrida nesta semana, continua desconhecida.

Kim Ledger, pai do ator, não aparece em público desde o dia seguinte à morte do filho, quando pediu privacidade.

"Ele quer estar com o filho", disse Dominic Carella, diretor da casa funerária nova-iorquina Frank E. Campbell, para o onde o corpo foi levado, ao Daily News.

Kim Ledger e a atriz Michelle Williams -- mãe da filha de Ledger, Matilda, de 2 anos -- devem participar de um velório privativo antes que a família leve o corpo para Perth, a cidade natal do ator, no oeste da Austrália, segundo o jornal.

A casa funerária e o consulado australiano em Nova York negaram-se a comentar na sexta-feira, afirmando que esse era um assunto particular.

Dezenas de fotógrafos se aglomeram em frente à casa funerária desde quinta-feira. Até agora, Williams não foi vista.

O casal, que havia trabalhado junto em "O Segredo de Brokeback Mountain", se separou em setembro, e então Ledger se mudou para um apartamento no SoHo (Manhattan), onde na terça-feira foi achado morto, de bruços na cama, cercado por pílulas.

A polícia disse que não há uma nota de suicídio nem sinal de crime. Uma autópsia foi inconclusiva, e novos resultados de exames são esperados nas próximas duas semanas.

Em novembro, Ledger disse ao jornal New York Times que tinha problemas para dormir por causa do estresse do trabalho em dois filmes recentes, e por isso usava pílulas para dormir.   Continuação...