Peritos examinam na Grécia suposto caderno de Van Gogh

quarta-feira, 16 de janeiro de 2008 15:46 BRST
 

Por Karolos Grohmann

ATENAS (Reuters) - Foi encontrado na Grécia um caderno de esboços que se acredita que tenha sido de Van Gogh, contendo retratos semelhantes aos das obras mais famosas do pintor. A informação foi divulgada na quarta-feira pela dona do caderno.

Tirado de um trem nazista por um combatente da resistência grega, o caderno foi encontrado em uma caixa pela filha dele, que procurou o Museu Van Gogh, em Amsterdã, para verificar sua autenticidade.

Atendendo ao pedido da escritora grega Doreta Peppa, um especialista em arte concluiu que os desenhos são, sim, do artista pós-impressionista holandês do século 19. O caderno ainda será examinado por peritos estrangeiros, segundo Peppa.

"Quem não ficaria comovido com essa descoberta? Esta é a alma de Van Gogh", disse Peppa à Reuters. "Ele fez este caderno de desenhos para dar de presente. Não existe outro igual no mundo."

O caderno inclui desenhos de rostos e personagens, sendo alguns semelhantes aos que estão incorporados em pinturas e desenhos de Van Gogh como "Os Comedores de Batatas," "Tristeza" e "Père Tanguy".

Peppa disse que encontrou o pequeno caderno marrom, contendo mais de 60 páginas de esboços e desenhos, em caixas guardadas por seu falecido pai. Se for genuíno, disse, o caderno pode valer perto de 4 milhões de euros.

Também foi encontrada uma foto que, segundo Peppa, seria do próprio Van Gogh.

O artista grego e perito em arte Athanasio Celia, a quem Peppa pediu que examinasse o caderno, disse que é "um grande presente a todo o mundo das artes."   Continuação...