Hollywood e roteiristas acertam acordo para acabar com greve

terça-feira, 5 de fevereiro de 2008 13:09 BRST
 

Por Steve Gorman

LOS ANGELES, Estados Unidos (Reuters) - Representantes dos estúdios de Hollywood e dos roteiristas em greve acertaram os termos iniciais de um novo contrato que pode ser apresentado a líderes sindicais dentro de alguns dias e, se aprovado, colocar fim à greve de três meses já no final desta semana, disseram duas fontes à Reuters na segunda-feira.

Apesar das linhas gerais de um acordo terem sido fixadas no fim de semana passado, os dois lados ainda precisam redigir um contrato antes de um documento formal ser submetido à aprovação dos quadros diretores dos braços da Costa Leste e da Costa Oeste do Writers Guild of America (WGA na sigla em inglês), afirmaram as fontes.

Essas fontes, que não possuem autorização para falar publicamente a respeito das negociações devido a um veto imposto aos meios de comunicação, disseram que os negociadores esperavam que diretores do WGA se decidam sobre o acordo até sexta-feira.

Caso aceitem as condições negociadas, os líderes do WGA determinariam a suspensão da greve. Mas a direção do sindicato dos roteiristas está dividida, e a paralisação pode continuar até assembléias realizadas com os membros da entidade decidirem a questão.

Uma fonte disse que um avanço importante nas rodadas mais recentes de negociação, iniciada em 23 de janeiro, deu-se quando ficou resolvido o quanto os roteiristas deveriam receber pelas propagandas colocadas em vídeos exibidos por "streaming" na internet.

Essa fonte também descreveu o acordo envolvendo os escritores como uma melhora em relação aos termos de um contrato anterior selado com os diretores de Hollywood e que ajudou a abrir as portas para que os estúdios e o WGA retomassem as negociações após semanas de impasse.

"Eles chegaram a um acordo sobre as linhas gerais, e agora precisamos traduzir isso em uma linguagem contratual, processo esse que esperamos transcorra bem, e continuar com o mesmo espírito de progresso que as negociações testemunharam até agora," afirmou.

As notícias sobre o acordo marcam o primeiro sinal de um avanço concreto nos esforços que visam colocar fim à greve desde que o processo entrou em colapso, no dia 7 de dezembro.   Continuação...