"Consuma menos, escolha melhor", diz Vivienne Westwood no SPFW

quinta-feira, 17 de janeiro de 2008 15:57 BRST
 

Por Fernanda Ezabella

SÃO PAULO (Reuters) - A estilista inglesa Vivienne Westwood, considerada a mãe do punk e uma das designers mais influentes do século 20, fez um apelo para que as pessoas consumam menos e façam melhor suas escolhas de compra. A estilista de 66 anos, que lançou nesta quinta-feira em São Paulo duas sandálias de plástico em parceria com uma empresa brasileira, rebate as críticas de quem a chama de "hipócrita" por seu discurso anticonsumista, já que ela mesma produz coleções veneradas pelo mundo fashion.

"Hipócritas são as pessoas que têm dinheiro e se vestem como pobres. Acho errado. Eles deveriam comprar roupas bacanas, mas não muitas", disse. Westwood irá ler seu "manifesto" contra o excesso de consumo na sexta-feira, no pavilhão da Oca, no Parque do Ibirapuera, como parte do calendário do São Paulo Fashion Week.

"As pessoas devem discriminar mais, não ser engolidas por tudo o que se propõe", disse Westwood em um auditório lotado de jornalistas que estão cobrindo o SPFW.

"Nós somos muito privilegiados, nós podemos escolher. Acho que devemos vestir roupas e estou dizendo para escolhê-las melhor. É muito bom ver pessoas que simplesmente não estão consumindo todo esse lixo."

Ela afirmou ainda que gostaria de produzir menos. "Eu realmente estou cansada de fazer tanto. Prefiro muito, muito fazer menos e fazê-lo muito bem", disse. "Só preciso descobrir como."

Westwood, que vestiu nos anos 1970 os garotos do Sex Pistols, banda montada por seu ex-parceiro Malcolm McLaren para divulgar a loja do casal, contou a jornalistas que visitou o Brasil há 16 anos e que agora quer ir conhecer a Amazônia.

A QUEDA DE NAOMI   Continuação...

 
<p>A estilista inglesa Vivienne Westwood, considerada a m&atilde;e do punk e uma das designers mais influentes do s&eacute;culo 20, fez um apelo para que as pessoas consumam menos e fa&ccedil;am melhor suas escolhas de compra. Photo by Paulo Whitaker</p>