CORREÇÃO-"Xanadu" e "Young Frankenstein" ganham prêmios teatrais

segunda-feira, 12 de maio de 2008 18:21 BRT
 

(Corrige data de estréia de "August: Osage County" na Broadway no terceiro parágrafo)

NOVA YORK (Reuters) - A peça premiada com o Pulitzer "August: Osage County" e os musicais "Young Frankenstein" e "Xanadu" receberam os principais troféus Outer Critics Circle na segunda-feira, que antecedem os Tony, os prêmios mais importantes do teatro americano.

A diretora de "August: Osage County", Anna D. Shapiro, recebeu o troféu de melhor diretora de uma peça, e Deanna Dunagan, da mesma produção, o de melhor atriz.

A peça, que valeu à autora Tracy Lett o Prêmio Pulitzer 2008 na categoria dramaturgia, conta a história da grande família Weston, que se reúne na casa da família em Oklahoma após a morte de seu patriarca. O espetáculo abriu na Broadway em dezembro, depois de fazer sucesso em Chicago.

"Xanadu", baseado no filme homônimo de 1980 estrelado por Olivia Newton John, e "Young Frankenstein", de Mel Brooks, empataram na categoria melhor musical novo, derrotando "A Catered Affair" e "Cry-Baby: The Musical".

O Outer Critics Circle é composto de jornalistas que cobrem o teatro de Nova York para a mídia americana e estrangeira. Os jornalistas escolheram 23 troféus, a serem entregues em 22 de maio e que às vezes apontam as tendências do Tony, cuja entrega terá lugar em 15 de junho.

As indicações ao Tony devem ser anunciadas na terça-feira. "South Pacific", de Rodgers & Hammerstein, recebeu quatro troféus Outer Critics Circle: melhor revival de um musical, melhor diretor de musical (Bartlett Sher), melhor ator num musical (Paul Szot) e melhor ator coadjuvante num musical (Danny Burstein).

O troféu de melhor atriz num musical ficou com Patti LuPone, por "Gypsy", e o de melhor revival de uma peça foi dado a "The Homecoming."

Entre os astros de Hollywood premiados por seu trabalho nos palcos de Nova York estava o premiado com o Oscar Kevin Kline, que levou para casa o troféu de melhor ator numa peça pelo papel principal em "Cyrano de Bergerac", em que contracena com Jennifer Garner.

O indicado ao Oscar James Earl Jones foi considerado o melhor ator coadjuvante numa peça por sua atuação em "Gata num Teto de Zinco Quente". A atriz premiada com o Emmy Laurie Metcalf foi premiada por "November", e o indicado ao Oscar Laurence Fishburne recebeu o troféu de melhor performance solo por "Thurgood".