Desenhos de Goya reencontrados serão leiloados em Londres

terça-feira, 27 de maio de 2008 12:03 BRT
 

LONDRES (Reuters) - Três desenhos do mestre espanhol Goya que passaram 130 anos desaparecidos irão a leilão em Londres em julho, com a expectativa de serem vendidos por até 3 milhões de libras (6 milhões de dólares).

Intitulados "Bruxas e Mulheres", "O policial Lampinos costurado dentro de um cavalo morto" e "Arrependimento", os desenhos foram vistos em público pela última vez num leilão de desenhos de Goya realizado em Paris em 1877.

A casa Christie's, que vai leiloar as obras em 8 de julho em nome de seus proprietários suíços, disse que os desenhos estão em boas condições porque foram guardados longe da luz solar e nunca foram emoldurados.

"Cada um vem de um dos célebres álbuns particulares do artista e ilustra à perfeição a inesgotável fertilidade da imaginação de Goya", disse Benjamin Peronnet, diretor da divisão de desenhos dos velhos mestres e do século 19 da Christie's.

Descritos como o mais importante grupo de desenhos de Goya posto à venda nos últimos 30 anos, os desenhos serão vendidos separadamente, mas a previsão é que rendam coletivamente entre 2,1 e 2,9 milhões de libras.

Ninguém do mundo artístico sabia onde eles estavam até serem oferecidos à venda. Ainda existe um punhado de outros desenhos de Goya cujo paradeiro é desconhecido.

Os três desenhos foram tirados de dois dos cadernos particulares de Goya e ainda estão montados nos quadros usados no leilão de 1877. Dois deles não foram vendidos nesse leilão.

A família suíça que é dona dos desenhos não sabia que estavam desaparecidos e não tem certeza de como os obteve.