Spike Lee critica irmãos Coen e Clint Eastwood em Cannes

quarta-feira, 21 de maio de 2008 12:15 BRT
 

Por Eric J. Lyman

CANNES (Hollywood Reporter) - Spike Lee está em Cannes para divulgar um novo filme, mas não resistiu à tentação de lançar algumas farpas contra alguns outros cineastas, incluindo Clint Eastwood e os irmãos Joel e Ethan Coen.

Falando sobre seu drama "Miracle at St. Anna", sobre a 2 Guerra Mundial, Lee disse que, diferentemente dos Coen, ele retrata a morte de maneira respeitosa.

"Sempre trato a vida e a morte com respeito, mas a maioria das pessoas não faz isso", disse Lee em coletiva de imprensa na terça-feira.

"Veja bem, eu gosto muito dos irmãos Coen. Todos nós estudamos na NYU. Mas eles tratam a vida como piada. Rarárá! Uma piada. É mais ou menos 'veja como mataram aquele sujeito! Veja como o sangue esguicha da cabeça dele!' Eu vejo as coisas de outra maneira."

Falando sobre a escolha do elenco de seu filme, a história de quatro soldados americanos negros na Toscana, Spike Lee disse que os atores negros aparecem muito pouco em filmes de guerra.

"Clint Eastwood fez dois filmes sobre Iwo Jima que, juntos, têm mais de quatro horas, e não há um único ator negro na tela", disse ele. "Se vocês, jornalistas, tivessem coragem, perguntariam a ele o porquê. Não sei porque ele fez isso -- foi a visão dele, não a minha. Mas sei que sua atenção foi chamada para isso e que ele poderia ter mudado. Não é como se ele não soubesse."

Spike Lee disse que "St. Anna" está nas etapas finais de pós-produção e que provavelmente chegará aos cinemas em 10 de outubro, exatamente um ano após o início das filmagens. Ele falou que o filme provavelmente fará sua estréia um mês antes num festival de cinema, ou o de Veneza ou o de Toronto.

O cineasta também declarou na terça-feira que está começando a trabalhar num documentário sobre o jogador de basquete Michael Jordan e que o filme tem lançamento previsto para o início de 2009. Spike Lee e Michael Jordan estrelaram uma série de anúncios da Nike no final dos anos 1980 e início da década de 1990.