Morre Ira Levin, autor de "O Bebê de Rosemary"

quarta-feira, 14 de novembro de 2007 08:58 BRST
 

WASHINGTON (Reuters) - O escritor Ira Levin, que fez sucesso com romances de terror e suspense como "O Bebê de Rosemary", "As Possuídas" e "Os Meninos do Brasil", todos adaptados para as telas, morreu aos 78 anos.

O jornal New York Times disse que Levin morreu na segunda-feira, em sua casa, em Manhattan (Nova York). Seu filho Nicholas declarou ao jornal que aparentemente ele morreu de causas naturais. "O Bebê de Rosemary", sobre uma mulher que acredita ter engravidado do diabo, foi publicado em 1967 e no ano seguinte virou filme, vencedor do Oscar, dirigido por Roman Polanski e estrelado por Mia Farrow.

"As Possuídas" (The Stepford Wives, 1972) trata de maridos de uma cidade de Connecticut que substituem suas mulheres por robôs submissos. O livro foi duas vezes adaptado por Hollywood -- em 1975, na versão batizada no Brasil de "As Esposas de Stepford", e em 2004, "Mulheres Perfeitas", com Nicole Kidman.

Publicado em 1976, "Os Meninos do Brasil" ficcionaliza a tentativa de um personagem real, o médico nazista Josef Mengele, de clonar o Terceiro Reich. A obra virou filme em 1978, com Gregory Peck e Laurence Olivier.

"Um Beijo Antes de Morrer" (1953), seu primeiro romance, também foi adaptado duas vezes para o cinema.

Levin também escreveu para teatro, como em "No Time for Sergeants" e "Armadilha Mortal", ambas também levadas às telas.

(Por Peter Cooney)