Disputa por Oscars de ator e atriz esquenta em momento decisivo

terça-feira, 19 de fevereiro de 2008 13:50 BRT
 

Por Jill Serjeant

LOS ANGELES (Reuters) - Os britânicos Daniel Day-Lewis e Julie Christie eram vistos durante várias semanas como apostas certas para ganhar os cobiçados Oscars de melhor ator e atriz deste ano, mas agora, faltando poucos dias para a cerimônia de gala do domingo, o clima é de incerteza.

Hollywood gosta de provocar surpresas na noite mais importante do cinema mundial, e críticos acham que o popular George Clooney e a pouco conhecida francesa Marion Cotillard fariam bem em preparar seus discursos de vitória.

Day-Lewis, de 50 anos, é um ator conhecido por preparar-se longamente para seus papéis e é muito admirado pelos eleitores da Academia. Ele já recebeu um Oscar por "Meu Pé Esquerdo", em 1989, e foi indicado duas outras vezes, por "Em Nome do Pai" e "Gangues de Nova York".

Nesta temporada, ele já recebeu vários prêmios pelo papel de explorador petrolífero sádico e ganancioso do início do século 20 em "Sangue Negro".

Mas as opiniões se dividem quanto ao filme em si, e os eleitores do Oscar preferem personagens inspiradores a vilões.

"George Clooney nunca foi indicado como ator principal, e em 'Conduta de Risco' ele faz um herói que se regenera", observou o colunista Tom O'Neil, do www.TheEnvelope.com .

Os outros indicados à estatueta de melhor ator são Johnny Depp ("Sweeney Todd, o Barbeiro Demoníaco da Rua Fleet"), Tommy Lee Jones ("No Vale das Sombras") e Viggo Mortenson ("Senhores do Crime").

Julie Christie, de 66 anos, vem sendo universalmente aclamada pelo papel de doente de Alzheimer em "Longe Dela", que já lhe deu o Globo de Ouro de melhor atriz dramática.   Continuação...