Imagem de soldado dos EUA ganha prêmio da World Press Photo

sexta-feira, 8 de fevereiro de 2008 09:20 BRST
 

AMSTERDÃ (Reuters) - A imagem de um soldado norte-americano exausto dentro de uma trincheira no Afeganistão, feita pelo britânico Tim Hetherington para a revista Vanity Fair, ganhou na sexta-feira um dos mais importantes prêmios internacionais do fotojornalismo, da entidade World Press Photo.

Os jurados consideraram que a foto mostra "a exaustão de um homem -- e a exaustão de uma nação". "Estamos conectados com isto. É uma foto de um homem no fim da linha", disse Gary Knight, presidente do júri.

No total, foram premiados 59 fotógrafos de 23 nacionalidades.

A agência Getty Images Inc. recebeu cinco prêmios, inclusive por imagens que mostram o assassinato da líder oposicionista paquistanesa Benazir Bhutto.

John Moore registrou para a Getty uma cena enevoada que mostra o instante subsequente à explosão que matou Bhutto, com pessoas fugindo do local.

Os fotógrafos da Reuters não obtiveram prêmios.

A fundação World Press Photo (www.worldpressphoto.org), com sede em Amsterdã, divulgou nota dizendo que houve em 2007 um recorde de participantes -- 5.019, de 125 países --, que inscreveram 80.536 imagens.

(Reportagem de Harro ten Wolde)

 
<p>Foto de Tim Hetherington, fot&oacute;grafao da Vanity Fair, que ganhou o pr&ecirc;mio de foto do ano da World Press Photo. A imagem de um soldado norte-americano exausto dentro de uma trincheira no Afeganist&atilde;o ganhou na sexta-feira um dos mais importantes pr&ecirc;mios internacionais do fotojornalismo, da entidade World Press Photo. Photo by Reuters (Handout)</p>