31 de Março de 2008 / às 14:36 / 9 anos atrás

"Quebrando a Banca" lidera bilheterias de cinema dos EUA

Por Dean Goodman

LOS ANGELES (Reuters) - O drama sobre jogos de azar "Quebrando a Banca" ("21") superou a concorrência nas bilheterias do fim de semana na América do Norte, arrecadando 23,7 milhões de dólares em seu primeiro fim de semana nos cinemas.

Baseada em fatos verídicos, a história trata de um grupo de estudantes que conspiram para contar cartas nas mesas de vinte-e-um em Las Vegas. O elenco inclui Kevin Spacey, professor universitário que treina seus alunos, e Laurence Fishburne, que faz um capanga a serviço de um cassino.

A direção é do australiano Robert Luketic ("Legalmente Loira").

Após duas semanas na primeira posição, a animação "Horton e o Mundo dos Quem!" caiu para a segunda posição, vendendo 17,4 milhões de dólares no fim de semana. A comédia dublada por Jim Carrey e Steve Carell é o primeiro lançamento do ano a superar a marca dos 100 milhões de dólares em ingressos vendidos -- vendeu 117 milhões até agora.

A paródia "Super-Herói -- O Filme" estreou na terceira posição, com decepcionantes 9,5 milhões de dólares vendidos em ingressos. Dois meses atrás, "Espartalhões", de tema semelhante, estreou com 18,5 milhões de dólares.

A comédia mais recente de Tyler Perry, "Meet the Browns", caiu duas posições para a quarta, vendendo 7,8 milhões de dólares.

A comédia "Meu Nome é Taylor, Drillbit Taylor", com Owen Wilson, caiu uma posição para a quinta, vendendo 5,3 milhões de dólares em seu segundo final de semana nos cinemas.

O drama "Stop Loss", sobre a guerra do Iraque, estreou na oitava posição, com arrecadação de apenas 4,5 milhões de dólares.

Outros filmes sobre a guerra, como "No Vale das Sombras" e "O Suspeito", fracassaram nas bilheterias recentemente, e as expectativas não eram grandes para "Stop Loss", em que Ryan Phillippe faz um soldado obrigado a prestar serviço militar pela segunda vez no Iraque.

A direção é de Kimberly Peirce, que dirigiu a performance que valeu um Oscar a Hilary Swank em "Meninos Não Choram", de 1999.

A comédia britânica "Run, FatBoy, Run", estréia na direção de um longa-metragem do ex-astro de "Friends" David Schwimmer, estreou na 13a posição, com vendas de 2,4 milhões de dólares. O filme liderou as bilheterias britânicas em setembro.

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below