19 de Março de 2008 / às 15:27 / 10 anos atrás

Jornais britânicos pedem desculpa a pais de Madeleine

<p>Jornais brit&acirc;nicos pedem desculpa a pais de Madeleinne. O porta-voz dos pais da garota desaparecida Madeleine McCann, Clarence Mitchell segura exemplares de tabl&oacute;ides brit&acirc;nicos que publicaram em suas primeiras p&aacute;ginas, pedidos de desculpa aos pais da garota por terem sugerido que eles teriam matado a pr&oacute;pria filha. 19 de mar&ccedil;o. Photo by Luke Macgregor</p>

Por Peter Griffiths

LONDRES (Reuters) - Em uma manobra inédita, dois tablóides britânicos publicaram na quarta-feira, em suas primeiras páginas, pedidos de desculpa dirigidos aos pais da garota desaparecida Madeleine McCann por terem sugerido que os dois talvez teriam matado a própria filha.

O Daily Express e o Daily Star admitiram que as acusações feitas contra Kate e Gerry McCann, cuja filha desapareceu durante as férias da família em Portugal, em maio passado, eram “infundadas” e aceitaram, em juízo, pagar uma indenização de 550 mil libras (1,1 milhão de dólares) ao casal.

O desaparecimento da garota viu-se acompanhado por uma extensa cobertura dos meios de comunicação do mundo todo.

“Reconhecemos que vários dos artigos publicados no jornal sugeriam que o casal teria provocado a morte de sua filha desaparecida, Madeleine, e que depois teria encoberto o fato”, afirmou o Daily Express.

“Reconhecemos que não há provas de tipo nenhum para dar embasamento a essa teoria e que Kate e Gerry são totalmente inocentes de qualquer participação no desaparecimento da filha deles.”

Em uma audiência ocorrida na Suprema Corte de Londres, o advogado dos McCann, Adam Tudor, afirmou ser “difícil conceber uma acusação mais grave do que a de ser suspeito da morte de sua própria filha”.

Tudor afirmou à corte que os artigos citaram uma variedade de falsas acusações, entre as quais as de que os McCann mataram sua filha, venderam-na para pagar dívidas e eram praticantes de suingue.

Um advogado dos jornais afirmou à Justiça: “A empresa Express Newspapers lamenta ter publicado essas acusações graves e ainda assim infundadas.” O Sunday Express e o Daily Star Sunday, que pertencem à mesma empresa, também devem publicar pedidos de desculpa no próximo fim de semana.

Os McCann contrataram a empresa de advocacia londrina Carter-Ruck no começo deste mês para impetrar as ações de indenização. O casal disse que o dinheiro obtido seria doado ao fundo criado para encontrar a filha deles. Segundo um porta-voz dos dois, a família não tinha se decidido ainda sobre se entraria com ações jurídicas contra outros jornais.

Madeleine McCann desapareceu pouco depois de seu aniversário de 4 anos, quando a família passava férias em Algarve, na Praia da Luz, detonando uma imensa investigação policial.

Os McCann acreditam que a menina foi sequestrada de dentro do quarto de hotel onde estava enquanto os dois jantavam com alguns amigos em um local próximo dali.

O casal contratou investigadores particulares para participarem da busca pela filha depois de a polícia portuguesa ter apontado Kate e Gerry como suspeitos, em setembro. A investigação tomou conta de jornais e noticiários de TV durante meses.

Reportagem adicional de Kate Kelland

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below