Mick Jagger completa 65 anos sem sinais de aposentadoria

sexta-feira, 25 de julho de 2008 11:22 BRT
 

LONDRES (Reuters) - A partir de sábado, Mick Jagger terá direito a uma aposentadoria básica do governo britânico de quase 91 libras (285 reais) semanais.

Mas ele terá que esperar outros cinco anos para ter direito ao isolamento térmico gratuito do telhado de sua casa. Esse benefício só é dado aos britânicos com mais de 70 anos.

O vocalista da banda britânica Rolling Stones completa 65 anos no sábado e, com isso, se tornará aposentado por idade -- mas apenas no papel.

Mick Jagger continua a fazer o relógio andar para trás com performances ao vivo em que desafia sua idade. Recentemente, impressionou platéias em cinemas com seus malabarismos, caras e bocas captados pelo diretor Martin Scorsese no documentário "Shine a Light".

Embora suas façanhas fora do palco já não se equiparem aos excessos do Stone Ronnie Wood, que recentemente se internou numa clínica de reabilitação devido a problemas com o álcool, está claro que Jagger não pretende simplesmente viver de sua fama, afastar-se do mundo e cuidar de seu jardim.

Ele vem se envolvendo cada vez mais na produção cinematográfica, tendo sido produtor executivo de "Shine a Light" e trabalhado em dois outros longas desde então. Rumores sobre um novo álbum e nova turnê mundial dos Rolling Stones chegam aos noticiários regularmente.

Se a fortuna de Jagger, estimada em 225 milhões de libras, somada à aposentadoria, não for suficiente para bancar suas despesas, outra turnê seria uma maneira certeira de ajudá-lo a ficar fora do vermelho.

A turnê "A Bigger Bang" foi a mais lucrativa de todos os tempos. De acordo com o produtor de turnês dos Stones, Michael Cohl, ela arrecadou 558 milhões de dólares entre 2005 e 2007.

Michael Philip Jagger nasceu em Dartford, sul da Inglaterra, em 26 de julho de 1943, filho de um professor e uma cabeleireira.   Continuação...

 
<p>O vocalista da banda Rolling Stones, Mick Jagger, chega para premi&eacute;re do document&aacute;rio 'Shine A Light' de Martin Scorsese, dia 30 de mar&ccedil;o, em Nova York. A partir de s&aacute;bado, Mick Jagger ter&aacute; direito a uma aposentadoria b&aacute;sica do governo brit&acirc;nico de quase 91 libras (285 reais) semanais. Photo by Lucas Jackson</p>