16 de Maio de 2014 / às 14:34 / 3 anos atrás

Hollywood envia estrelas da animação para o festival de Cannes

CANNES França (Reuters) - "Como Treinar o Seu Dragão 2" deve trazer um pouco do brilho das estrelas da animação de Hollywood a Cannes nesta sexta-feira, enquanto um filme sobre o sequestro de crianças ressaltou a variedade e a profundidade do festival de cinema, que se estenderá por 12 dias.

A sequência da animação sobre o garoto que faz amizade com seu dragão estava sendo mostrada para a imprensa fora da competição principal, no mesmo dia em que eram exibidos mais três dos 18 filmes que disputam o prêmio Palma de Ouro, em 24 de maio.

O diretor canadense Atom Egoyan, de "The Captive" - um filme sobre o sequestro de uma menina de 10 anos de idade, do banco traseiro do carro de seu pai, por uma rede de pedófilos - aborda um tema sombrio e não conseguiu aprovação unânime da plateia de jornalistas.

Brian D. Johnson, crítico de cinema da revista canadense MacLeans, escreveu no Twitter: "The Captive, um pastiche de Egoyan, consegue vaias na exibição para a imprensa. As reações vão de espanto a horror".

Jesper Eising, crítico do jornal dinamarquês Berlingske, disse: "Ele continha alguns clichês, mas eu fiquei muito emocionado com a história."

A reação mista para o filme de Egoyan, que já ganhou vários prêmios em Cannes, veio após a abertura, mas o filme "Grace, a Princesa de Mônaco", com Nicole Kidman no papel da atriz norte-americana Grace Kelly, foi duramente criticado. Os críticos condenaram sua performance e o roteiro.

O filme de Egoyan constrói uma atmosfera sinistra, em que um dos chefes da rede de pedofilia mantém uma menina em cativeiro em um quarto subterrâneo, onde ela permanece por tanto tempo que, quando adolescente, seu rosto é usado na internet para tentar atrair mais vítimas.

"Há esses predadores que existem neste outro espaço que você nem sequer considera", diz Rosario Dawson, que interpreta uma especialista da polícia lidando com o crime de pedofilia, que também acaba sendo raptada pela rede criminosa.

Egoyan disse que se inspirou em um incidente de sua própria cidade natal, no oeste do Canadá, em que um menino foi sequestrado em um parque quando sua mãe virou as costas por um minuto.

Ele também explicou seu uso da famosa ária "Rainha da Noite" da ópera de Mozart "A Flauta Mágica" no filme. O principal pedófilo canta uma versão distorcida através de um alto-falante para torturar a policial presa na garagem.

"Mozart é algo muito puro, muito limpo e mesmo assim é distorcido", disse ele em entrevista coletiva.

A "febre" pelos dragões também esteve presente, na La Croisette, a avenida da praia de Cannes adornada por palmeiras, local onde sua estreia está prevista para a sexta-feira à noite.

Sob o céu ensolarado, o diretor-roteirista Dean DeBlois, com as estrelas Jay Baruchel, America Ferrera e até o dragão Banguela posavam para os fotos antes da entrevista coletiva.

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below