Rússia busca explicação por comentário de príncipe Charles sobre Putin

quinta-feira, 22 de maio de 2014 15:28 BRT
 

LONDRES (Reuters) - A Rússia vai buscar uma explicação de autoridades britânicas nesta quinta-feira, após a imprensa ter informado que o príncipe Charles, herdeiro do trono, relacionou o presidente russo Vladimir Putin ao líder nazista Adolf Hitler por anexar parte da Ucrânia.

Durante viagem ao Canadá, o príncipe de 65 anos disse a uma judia que fugiu da Polônia durante a Segunda Guerra Mundial que “Putin está fazendo a mesma coisa que Hitler”, de acordo com o jornal Daily Mail.

As observações de Charles, descritas por uma fonte real como “bem intencionadas” e cuja intenção não era sua divulgação, chocaram líderes políticos e diplomatas na Grã-Bretanha porque a família real tradicionalmente não expressa suas visões políticas em público.

A rainha Elizabeth, mãe de Charles, nunca expressou sentimentos tão emotivos em público. Uma porta-voz do gabinete de Charles disse não pode comentar sobre suas conversas privadas.

A União Soviética perdeu mais de 20 milhões de pessoas na Segunda Guerra Mundial e a vitória sobre a Alemanha nazista é celebrada em toda a Rússia como um triunfo nacional.

Um diplomata sênior da embaixada russa em Londres deve se encontrar com uma autoridade diplomática britânica nesta quinta-feira, de acordo com uma fonte com conhecimento do assunto.

(Por Belinda Goldsmith)