May 27, 2014 / 10:29 PM / 3 years ago

"Malévola" interpretada por Angelina Jolie não é tão má

2 Min, DE LEITURA

LOS ANGELES (Reuters) - No seu primeiro grande trabalho em anos, Angelina Jolie queria algo “louco e bobo” para contrapor aos papéis mais sérios que fez, e a sua ideia de diversão foi interpretar uma vilã que assuste um bocado as crianças.

“Malévola” é uma vilã, e uma das mais populares da Disney desde que surgiu como fada má na animação “A Bela Adormecida” em 1959, na qual joga um feitiço na princesa.

A versão moderna do conto de fadas em “Malévola” permite Angelina mostrar a dor que despertou o lado mau da sua personagem e como ela a supera.

Pode ser sombrio às vezes – “o mais sombrio que a Disney deixa”, diz ela – mas crianças e adultos irão rir do seu humor maldoso, da história de justiça inspiradora e da nova heroína com um toque gótico.

“Hoje em dia existem pessoas, especialmente crianças, que foram maltratadas e se sentem excluídas, ou diferentes”, afirmou Angelina sobre a sua personagem, que tem chifres pretos e maças do rosto salientes. “E eu amei que o filme vá nessa direção”.

Seus seis filhos a estimularam a aceitar o papel e a ajudaram a encontrar sua voz memorável como Malévola. “Meus filhos viram e ficaram realmente contentes”, declarou.

O filme, que custou 200 milhões de dólares, estreia na sexta-feira nos Estados Unidos.

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below