Repórter ucraniano é acusado de agressão depois de atingir Brad Pitt

sexta-feira, 30 de maio de 2014 20:21 BRT
 

LOS ANGELES (Reuters) - O ucraniano que atingiu o ator Brad Pitt no rosto na pré-estreia do filme “Malévola” em Los Angeles será acusado de ofensa física e agressão, informaram autoridades nesta sexta-feira.

Vitalii Sediuk, repórter de TV ucraniano de 25 anos que carrega a má fama de dar trotes em celebridades, irá receber quatro acusações que incluem atividade ilegal e interferência em um evento cinematográfico, disse o porta-voz do gabinete da promotoria de Los Angeles, Rob Wilson.

Sediuk pulou uma cerca e invadiu o tapete vermelho onde Pitt estava com sua mulher, a atriz e protagonista do filme Angelina Jolie, para dar autógrafos aos fãs.

A polícia afirmou que Sediuk atingiu Pitt no rosto e foi preso imediatamente. Ele está sendo mantido preso, e a fiança foi estabelecida em 20 mil dólares, de acordo com os registros da prisão do condado de Los Angeles.

Pitt não ficou gravemente machucado e continuou assinando autógrafos depois do incidente, mas foi emitida uma medida cautelar de restrição contra Sediuk. 

Entre outras ousadias, Sediuk já tentou se enfiar debaixo do vestido da atriz America Ferrera enquanto ela posava para fotos no Festival de Cannes, invadiu o palco durante o discurso de agradecimento da cantora Adele no Grammy e recebeu um tapa de Will Smith depois de beijar o ator em uma estreia em Moscou.

(Reportagem de Piya Sinha-Roy)