Trabalhos de Banksy são ofertados para "venda privada" em Londres

sexta-feira, 6 de junho de 2014 16:50 BRT
 

Por Rollo Ross

LONDRES (Reuters) - O reservado artista de rua britânico Banksy costuma pintar nas paredes à noite e se queixa quando as pessoas retiram sua obra e revendem seu trabalho, por isso certamente ele ficará furioso com a oferta da Sotheby`s de 70 itens para "venda privada" em Londres.

Denominada "Retrospectiva Não-autorizada", sob curadoria de Steve Lazarides, um promotor de arte de rua e ex-agente de Banksy, a mostra londrina inclui esculturas, óleos e impressos - todos teriam tido um aumento enorme de valor em poucos anos.

"Acho que para ele essa é provavelmente a última coisa do mundo que ele gostaria de ver", disse Lazarides à Reuters em um contato prévio com a imprensa antes da exibição desta sexta-feira.

"É uma exibição não-autorizada. Ele não tem nada a ver com isto, além do fato de ter feito todas as pinturas, claro. Para ele - não sei - acho que é interessante reunir todos os trabalhos juntos. Vai provavelmente significar mais comercialmente do que significaria qualquer outra coisa."

Dirigentes da galeria S2 da Sotheby's não quiseram mostrar uma lista de preços a um repórter que queria vê-la, mas um folheto entregue dizia: "Os trabalhos em exibição na S2 estão disponíveis para venda privada, proporcionando uma nova e estimulante dimensão para a experiência da Sotheby's."

"Algumas dessas peças quando foram originalmente vendidas renderam de 50 a 100 libras esterlinas e agora algumas estão cotadas por meio milhão a 1 milhão de libras, por isso seria muito interessante ver a diferença na reação das pessoas de quando custavam aquele valor ao quanto custam agora", disse Lazarides.

A exibição na galeria não é a primeira mostra e venda não-autorizadas do trabalho de Banksy. Em abril, o ME Hotel em Londres realizou a exibição chamada "Stealing Banksy?"

Em resposta, o website de Banksy publicou então uma mensagem dizendo: "Banksy gostaria de deixar claro: essa exposição não tem nada a ver comigo e eu acho desagradável que as pessoas tenham permissão de exibir arte em paredes sem obter permissão."

Até o final desta sexta-feira não houve aparente reação de Banksy à mostra na Sotheby's em seu website www.banksy.co.uk.

 
Assistente de galeria de arte londrina observa o trabalho "Monkey Queen" (rainha macaca), de Banksy, em exposição na Sotheby's S2. 6/6/ 2014. REUTERS/Neil Hall