Reino Unido dá sinal verde para expansão de estúdio da Pinewood

sexta-feira, 20 de junho de 2014 12:25 BRT
 

Londres (Reuters) - A produtora de filmes britânica Pinewood Shepperton ganhou nesta sexta-feira um recurso para dobrar o tamanho do seu principal estúdio com um polêmico plano de expansão de 200 milhões de libras (cerca de 340 milhões de dólares).

O governo do Reino Unido deu o seu apoio ao projeto para ampliar o estúdio da produtora no sul da Inglaterra, onde a nova versão de "Star Wars" está sendo filmada, depois que o plano foi bloqueado duas vezes por autoridades locais.

Depois do sinal verde do governo, Ivan Dunleavy, executivo-chefe da Pinewood, o maior estúdio cinematográfico da Europa, afirmou que as obras começariam o mais cedo possível.

"O nosso projeto tem como base o sucesso da política do governo em prol da indústria criativa e ataca o problema da falta de espaços no Reino Unido”, disse ele.

A expansão inclui cem mil metros quadrados de novas instalações, entre as quais estúdios, palcos e oficinas.

Planos anteriores, que envolviam construções na região verde que cerca Londres, foram rejeitados pelas autoridades locais no ano passado e em 2010, depois da campanha “Pare o Projeto Pinewood” feita pelos moradores do lugar.

Os estúdios, que produziram mais de 1.500 filmes em 76 anos, foram usados para filmar 23 dos 25 filmes de James Bond.

Reportagem de Jack Stubbs)