Espanha devolve peças arqueológicas à Colômbia

terça-feira, 24 de junho de 2014 13:53 BRT
 

MADRI (Reuters) - A Espanha devolveu nesta terça-feira à Colômbia 691 peças arqueológicas, incluindo cerâmicas de 3 mil anos que foram expropriadas em 2003 em um caso de tráfico de drogas e lavagem de dinheiro.

As peças, incluindo bustos, estátuas e jóias em pedrarias - ficaram por 11 anos abrigadas no Museu da América, em Madri, enquanto os tribunais decidiam quem teria direito a elas, depois de terem sido exportadas ilegalmente da Colômbia.

O país sul-americano fez um pedido oficial de repatriação dos objetos e a Alta Corte da Espanha decidiu em 10 de junho que elas teriam de ser devolvidas às autoridades do setor de arqueologia, do governo colombiano.

"Além do valor econômico, o grande valor das peças vem de suas origens, que são uma expressão de sua história, cultura e da alma de cada nação", disse o diretor da Polícia-Geral, Ignacio Cosido, durante uma cerimônia no museu para a entrega dos objetos a funcionários colombianos.

As autoridades espanholas ainda estão tentando determinar quais países latino-americanos são os verdadeiros proprietários de outras 300 peças arqueológicas apreendidas em uma ação em 2003.

(Reportagem de Francisco Pazos)