Repórteres da Al Jazeera deixam redação em Gaza após tiros

terça-feira, 22 de julho de 2014 12:57 BRT
 

Por Noah Browning

GAZA (Reuters) - Repórteres do canal de televisão Al Jazeera, do Catar, abandonaram a sua redação na Cidade de Gaza nesta terça-feira, depois de dizerem que um soldado israelense disparou dois tiros em direção ao prédio.

Uma porta-voz militar israelense afirmou não ter conhecimento dessa ação, acrescentando haver disparos em Gaza vindos de todos os lados.

O incidente aconteceu um dia depois de o ministro das Relações Exteriores de Israel, Avigdor Lieberman, acusar a Al Jazeera de divulgar propaganda para o Hamas em Gaza e dizer que o governo estava analisando a suspensão de suas operações em Israel.

Funcionários Al Jazeera disseram que um tiro ressoou em sua redação na parte da manhã, seguido por um segundo, um pouco depois. Ninguém foi atingido, mas o escritório foi desocupado.

"Dois tiros muito precisos foram disparados em direção ao nosso prédio", disse a repórter da Al Jazeera Stefanie Dekker, no site da rede.

A Al Jazeera funciona no mesmo prédio onde fica a agência de notícias norte-americana Associated Press, cujos jornalistas também deixaram o local, segundo ela, com outros moradores.

O edifício de 11 andares que abriga as duas empresas de jornalismo fica no centro da Cidade de Gaza e tem vista da fronteira com Israel.

(Reportagem adicional de Amena Bakr no Qatar)