Mundo da comédia chora morte do inovador Robin Williams

terça-feira, 12 de agosto de 2014 16:31 BRT
 

Por Ann Saphir

SAN RAFAEL EUA (Reuters) - Comediantes, políticos e gerações de fãs lamentaram nesta terça-feira a morte do ator Robin Williams, famoso por seu estilo cômico frenético e desbocado e cujo aparente suicídio aos 63 anos desencadeou uma avalanche de homenagens.

Tanto colegas de Hollywood quanto líderes de Washington se declararam arrasados pelo falecimento de Williams na segunda-feira em sua casa perto de Tiburon, ao norte de San Francisco, onde foi encontrado inconsciente e sem respiração. Sua agente afirmou que ultimamente ele vinha sofrendo de uma depressão profunda.

A notícia da morte do ator ecoou rapidamente nas mídias sociais, chocando fãs de todas as idades e comediantes influenciados por Williams desde seu surgimento na comédia de TV dos anos 1970 "Mork & Mindy" no papel de um estranho e adorável extraterrestre.

O apresentador de talk show norte-americano Conan O'Brien soube da morte do comediante durante a gravação de seu programa, na segunda-feira, e deu a notícia à plateia.

“Isto é absolutamente chocante, horrível, perturbador em todos os sentidos”, afirmou, visivelmente abalado, acrescentando que “estamos pensando em todos que ele comoveu ao redor do mundo ao longo de sua vida e em Robin esta noite”.

Williams sempre foi franco sobre sua luta com o álcool e a cocaína, e nos últimos meses se internou em uma clínica de reabilitação para se manter sóbrio.

Mas restam muitas dúvidas sobre esse período final de sua vida e sobre o que teria levado ao seu aparente suicídio.

O ator foi encontrado enforcado em sua casa por seu assistente pessoal, e a conclusão preliminar é de que ele morreu de asfixia por enforcamento, disse uma autoridade da polícia local nesta terça-feira.   Continuação...

 
Flores são vistas em estrela de Robin Williams na Calçada da Fama, em Los Angeles.  REUTERS/Lucy Nicholson