ENTREVISTA-Dramaturgo islandês situa musical de rock dentro de um cotovelo

quarta-feira, 13 de agosto de 2014 10:36 BRT
 

Por Barbara Goldberg

NOVA YORK (Reuters) - Às vezes a melhor forma de chegar ao coração de uma história é através do cotovelo, disse Ivar Pall Jonsson, criador islandês do novo musical de rock "Revolution in the Elbow of Ragnar Agnarsson Furniture Painter" (“Revolução no Cotovelo de Ragnar Agnarsson, o Pintor de Mobília”).

O musical, que estreia nesta quarta-feira no teatro Minetta Lane, em Nova York, fala sobre as consequências da crise financeira global de 2008, a qual levou ao colapso do sistema bancário da Islândia e resultou em condenações criminais de alguns de seus líderes. 

“Apesar da séria natureza do assunto, a peça é feita para entreter”, disse Jonsson, ex-jornalista em Reykjavik.

Ele situou o conto em um cenário surreal para permitir que simplificasse o conteúdo e se focasse no coração da história. 

Jonsson falou com a Reuters sobre a origem do musical, veja a seguir: 

Pergunta: Por que você escreveu “Revolução no Cotovelo de Ragnar Agnarsson, o Pintor de Mobília”?

Resposta: Escrever música é uma necessidade para mim, eu fico bastante inquieto quando meu violão não está por perto. Esta inquietude da mente também significa que tenho um fluxo constante de ideias em minha cabeça, e eu sou particularmente fascinado pelas pessoas, em sua variedade sem fim.    Continuação...