Atriz Debbie Reynolds recebe prêmio pelo conjunto da obra

segunda-feira, 18 de agosto de 2014 16:20 BRT
 

LOS ANGELES (Reuters) - Debbie Reynolds, estrela de filmes como "Cantando na Chuva" e "A Conquista do Oeste", irá receber um prêmio pelo conjunto da obra, informou o sindicato de atores dos Estados Unidos, Screen Actors Guild (SAG), nesta segunda-feira.

Reynolds, de 82 anos, será agraciada na cerimônia anual de premiação da entidade em janeiro por suas conquistas como atriz, cantora, dançarina e por suas iniciativas na preservação de filmes históricos, declarou o sindicato.

Mãe da também atriz Carrie Fisher, Reynolds ainda será homenageada por seu trabalho humanitário, que inclui uma instituição de caridade para ajudar a combater o estigma das doenças mentais que ela cofundou em 1955.

“Seu espírito generoso e seus desempenhos inesquecíveis divertiram públicos de todo o mundo, despertando emoções que vão das lágrimas ao riso e vice-versa”, disse Ken Howard, presidente do sindicato SAG-AFTRA, que inclui artistas de rádio e TV, em um comunicado.

Reynolds, conhecida por sua aparência vigorosa, atuou ao lado de alguns dos maiores protagonistas masculinos dos anos 1950 e 1960, como Gene Kelly, Frank Sinatra, Tony Curtis e Fred Astaire.

A versátil artista foi indicada ao Oscar de melhor atriz em 1964 pelo musical "A Inconquistável Molly Brown", pela famosa canção "Tammy”, do filme "A Flor do Pântano", de 1957, e uma indicação ao Tony, o Oscar do teatro norte-americano, pela remontagem do musical "Irene", de 1973.

Descoberta aos 16 anos em um concurso de beleza, Reynolds continuou trabalhando na década atual e, recentemente, interpretou a mãe do pianista Liberace ao lado de Michael Douglas na cinebiografia "Behind the Candelabra", do diretor Steven Soderbergh.

(Reportagem de Eric Kelsey)

 
A atriz Debbie Reynolds participa de um evento em um hotel de Beverly Hills, na Califórnia, Estados Unidos, em junho de 2012. 16/06/2012 REUTERS/Phil McCarten