Séries estreantes no Emmy refletem novos rumos da TV

segunda-feira, 25 de agosto de 2014 11:01 BRT
 

Por Eric Kelsey

LOS ANGELES (Reuters) - Três séries estreantes e um punhado de estrelas do cinema podem agitar a cerimônia de premiação do Emmy nesta segunda-feira e confirmar a tendência de narrativas sofisticadas e de fôlego na indústria televisiva norte-americana.

Liderada pelo seriado policial "True Detective", da HBO, a minissérie cerebral "Fargo", da FX, e a comédia online "Orange Is the New Black”, do Netflix, uma nova safra de atrações aponta os novos rumos da televisão.

“Temos muitas estreias atraentes”, disse Tom O'Neil, editor do site de previsões Goldderby.com. “Não é só a velha comédia pastelão com cara nova”.

Juntas, as três séries receberam 42 indicações e refletem a força crescente das produções fora do padrão – desde as temporadas inteiras disponibilizadas de uma vez pelo Netflix aos seriados "True Detective" e "Fargo", com novos elencos e novas tramas a cada temporada.

“Elas não têm só um reconhecimento extraordinário da crítica”, afirma O'Neil. “Têm um charme extraordinário, geram um burburinho extraordinário e uma enorme repercussão”.

A cerimônia de entrega dos Emmys será apresentada em Los Angeles pelo comediante Seth Meyers.

Em mais um ano no qual as grandes redes de TV ficaram de fora da categoria de melhor drama, "Breaking Bad", do canal AMC, irá defender seu título diante do suspense político "House of Cards", do Netflix, de "Mad Men", panorama do mundo da propaganda também da AMC, da série de época "Downton Abbey", da rede britânica PBS, e do épico de fantasia "Game of Thrones" e "True Detective”, ambos da HBO.

As atrações estreantes também têm a vantagem da experiência de astros do cinema como Matthew McConaughey e Woody Harrelson ("True Detective”) e Billy Bob Thornton e Martin Freeman ("Fargo"), que concorrem nas principais categorias de atuação.   Continuação...

 
Maury McIntyre, presidente da Academia de TV dos EUA, discursa no anúncio dos indicados ao Emmy de 2014.   REUTERS/Danny Moloshok