Cerimônia do Emmy presta homenagem a Robin Williams

terça-feira, 26 de agosto de 2014 10:57 BRT
 

LOS ANGELES (Reuters) - Visivelmente emocionado e com a voz trêmula, o ator Billy Crystal fez um grande tributo a Robin Williams durante a premiação do Emmy na segunda-feira, duas semanas após o comediante ter sido encontrado morto em sua casa, em um aparente suicídio.

Crystal, um antigo amigo de Williams que chegou à fama no mesmo circuito de comédia dos anos 1970, relembrou o enérgico ator como “a estrela mais brilhante na galáxia da comédia”.

“É muito difícil falar sobre ele no passado porque ele esteve tão presente em nossas vidas”, disse Crystal.

Poucos atores da geração de Williams foram tão habilidosos em alternar comédia e drama e fazer papéis tão diversos quanto a comédia "Uma Babá Quase Perfeita”, na qual ele interpretou uma babá britânica, ou em “Gênio Indomável”, no qual fez o papel de um terapeuta.

Williams, de 63 anos, foi encontrado morto em sua casa perto de San Francisco em 11 de agosto. Ele sofria de depressão severa, ansiedade e começo de Parkinson, segundo sua agente de relações públicas.

“Embora alguns dos mais brilhantes dos nossos corpos celestiais estejam, na verdade, extintos, e sua energia há tempos esfriada, mas, milagrosamente, eles flutuam nos céus tão distantes do som, e sua linda vida continuará a brilhar sobre nós para sempre”, disse Crystal em sua homenagem, que foi seguida de uma série de cenas de atuações de Williams na TV.

O comediante Louis C. K., que venceu o Emmy de melhor texto de comédia pela sua série no FX “Louie”, falou sobre Williams fora do palco.

“Ele era meu amigo, e eu amava muito o Robin. Eu cresci assistindo a ele. Ele foi alguém que trabalhou muito e tinha uma energia explosiva”, disse o comediante a repórteres. “Ele foi uma grande influência sobre mim como pessoa e como comediante”.

(Por Eric Kelsey e Piya Sinha-Roy)

 
Billy Crystal em homenagem a Robin Williams durante a premiação do Emmy em Los Angeles. 25/08/2014 REUTERS/Mario Anzuoni