Comediante Joan Rivers recebe homenagens nos EUA e terá funeral discreto

sexta-feira, 5 de setembro de 2014 20:03 BRT
 

NOVA YORK (Reuters) - As homenagens não paravam de chegar nesta sexta-feira enquanto comediantes e amigos choravam a perda de Joan Rivers, a lendária humorista de língua afiada que escreveu em tom de piada sobre como queria um funeral elaborado, mas será enterrada em uma cerimônia particular no domingo.

A causa da morte da comediante pioneira, que faleceu pacificamente em um hospital na quinta-feira, uma semana depois de uma cirurgia em uma corda vocal, não ficou clara. Depois de um exame inicial, o Instituto Médico Legal de Nova York disse serem necessários novos exames.

Rivers, de 81 anos, terá um enterro para convidados no Templo Emanu-El, sinagoga de destaque na Quinta Avenida, de cuja congregação era integrante.

“Lamentamos com seus familiares, amigos e todos os milhões aos quais ela levou riso e alegria”, disse o rabino Joshua M. Davidson, que realizará a cerimônia, em um comunicado.

Não foram divulgados detalhes do funeral, mas em seu livro de 2012 "I Hate Everyone ...Starting With Me" (Odeio todos, começando por mim), Rivers, sempre cômica, escreveu que queria que seu enterro fosse um grande espetáculo, inclusive com a atriz Meryl Streep gritando em sotaques diferentes.

"Quero paparazzi e agentes fazendo uma cena! Quero que seja digno de Hollywood”.

(Por Patricia Reaney)

 
Flores em homenagem à comediante Joan Rivers na Calçada da Fama em Hollywood.   REUTERS/Mario Anzuoni