Fotógrafa de celebridades processa Rod Stewart em U$2,5 milhões por imagem

sexta-feira, 5 de setembro de 2014 20:30 BRT
 

(Reuters) - Uma renomada fotógrafa de celebridades está processando Rod Stewart e a Caesars Entertainment em 2,5 milhões de dólares, acusando ambos de copiar sua famosa foto do cantor e seu inconfundível corte de cabelo espetado para divulgar seu show em Las Vegas e a turnê mundial.

Bonnie Schiffman, que clicou personalidades como Michael Jackson, Muhammad Ali, Steven Spielberg e Andy Warhol, afirmou que Stewart, o cassino Caesars e vários outros imitaram sua imagem de 1981 sem permissão e sem pagá-la, de acordo com uma ação civil apresentada em um tribunal de Los Angeles na quinta-feira.

A foto foi usada na capa da coletânea "Storyteller”, de 1989, que vendeu milhões de cópias.

“Ela causa impacto nos milhões de fãs que conhecem o disco”, declarou o advogado de Schiffman, William Hochberg. “Achamos que é por isso que a estão usando”.

Não foi possível falar com os representantes de Stewart, de 69 anos. Uma porta-voz do Caesars disse que a empresa não comenta litígios pendentes.

A imagem do Caesars não é a mesma feita por Schiffman, mas a pose do cantor e o cabelo, vistos por trás, são os mesmos.

“Roubaram a foto que a minha cliente tirou”, disse Hochberg.

Stewart e seus representantes ofereceram 1.500 dólares a Schiffman em 2013 para usar sua imagem em um cartaz, mas ela recusou uma soma tão baixa, informa a ação civil.

(Por Andrew Chung)

 
Rod Stewart durante show no Chile em fevereiro.  REUTERS/Eliseo Fernandez