Ator Shia LaBeouf se declara culpado por conduta desordeira

quarta-feira, 10 de setembro de 2014 16:56 BRT
 

Por Patricia Reaney

NOVA YORK (Reuters) - O ator Shia LaBeouf se declarou culpado em um tribunal nesta quarta-feira, de uma violação por conduta desordeira após ser preso por interromper uma apresentação do musical "Cabaret" na Broadway.

O ator de 28 anos, que estrelou a série de filmes "Transformers" e esteve ao lado de Harrison Ford em "Indiana Jones e o Reino da Caveira de Cristal", estava vestido com um terno preto, camisa branca e gravata quando disse à corte que entendia o argumento.

De acordo com os termos de seu pleito, ele deve completar um programa de tratamento, comparecer a todas as aparições marcadas pela corte e não ser preso novamente por seis meses.

O juiz também pediu uma carta do estabelecimento no qual ele está se tratando.

Se ele cumprir todas as condições, em seis meses ele poderá retirar o pleito e o caso estará encerrado. Sua próxima data no tribunal foi marcada para novembro.

"Nós apreciamos a preocupação da resolução do assunto pelo escritório do promotor distrital", disse seu advogado, G. Robert Gage, a jornalistas na saída da Corte Criminal de Manhattan. "O assunto está resolvido", acrescentou.

O ator não fez nenhum comentário enquanto a polícia o escoltava para fora do tribunal e ele estava cercado por equipes de televisão e fotógrafos.

Pouco depois de sua prisão, o assessor do ator disse que ele estava recebendo tratamento ambulatorial e que ele havia percebido que seu comportamento estranho era parte de um problema maior.   Continuação...

 
Ator Shia LaBeouf deixa tribunal em Manhattan nesta quarta-feira.  REUTERS/Mike Segar