Congresso local no México pede punição a Miley Cyrus por desrespeito à bandeira

quarta-feira, 17 de setembro de 2014 21:45 BRT
 

MONTERREY México (Reuters) - O Congresso do Estado de Nuevo León, no norte do México, quer que o governo federal puna a cantora norte-americana Miley Cyrus depois de um show em que um de seus dançarinos a agarra por trás supostamente com uma bandeira mexicana.

Miley, cujas performances são caracterizadas por atitudes escandalosas, fez show na terça-feira em Monterrey, capital de Nuevo León, justamente no dia em que os mexicanos celebram o Dia da Independência.

"Aprovamos um mandado para que o Ministério do Interior faça cumprir a lei sobre o uso da bandeira, o emblema e o hino nacional para punir a cantora, sua equipe ou a organização que a trouxe pelo uso indevido da bandeira mexicana", disse à Reuters o deputado Francisco Treviño.

As autoridades mexicanas são, frequentemente, muito sensíveis à falta de respeito pelos símbolos nacionais. No passado, a cantora mexicana Paulina Rubio foi multada pelo Ministério do Interior por posar para uma revista enrolada na bandeira mexicana.

A pena prevista em lei pode variar de uma multa de 250 salários mínimos (cerca de 1.200 dólares) ou prisão por até 36 horas, disse Treviño.

(Reportagem de Gabriela López)