Príncipe Charles e Camilla vão se encontrar com vítimas de conflito na Colômbia

terça-feira, 28 de outubro de 2014 17:51 BRST
 

Por Anastasia Moloney

BOGOTÁ (Thomson Reuters Foundation) - O príncipe britânico Charles e sua mulher, Camilla, irão se encontrar com vítimas do conflito de 50 anos da Colômbia contra rebeldes durante uma visita de Estado que começa nesta terça-feira, com o objetivo de fortalecer os laços bilaterais no momento em que Bogotá angaria apoio para um possível acordo de paz.

O governo colombiano está conversando com líderes das Forças Armadas Revolucionárias da Colômbia (Farc) há quase dois anos em Cuba.

O presidente colombiano, Juan Manuel Santos, pediu à União Europeia que crie um fundo para ajudar a pagar programas de infraestrutura e desenvolvimento e a reintegração de milhares de ex-guerrilheiros à vida civil caso um acordo seja assinado.

Charles, herdeiro do trono britânico, e Camilla, duquesa da Cornualha, comparecerão a uma cerimônia no Centro para a Memória, Paz e Reconciliação na capital, Bogotá, para homenagear e encontrar vítimas do conflito, que deixou mais de 20 mil mortos e deslocou quase seis milhões de pessoas.

A visita real, a convite de Santos, também tratará dos sobreviventes de violência sexual durante o conflito na Colômbia.

Quase sete mil homens, mulheres e crianças sofreram estupros ou outros abusos sexuais nas mãos das facções em guerra, de acordo com o registro de vítimas de guerra do país.

 
O príncipe britânico Charles e sua mulher, Camilla, duquesa da Cornualha, em Londres, em março. 10/03/2014 REUTERS/Olivia Harris