Mundo da moda e admiradores se despedem do estilista Oscar De La Renta

segunda-feira, 3 de novembro de 2014 17:17 BRST
 

NOVA YORK (Reuters) - O mundo da moda chorou a perda de um de seus grandes estilistas nesta segunda-feira no funeral particular de Oscar de la Renta, que morreu de câncer no mês passado aos 82 anos.

O dominicado de grande estatura vestiu socialites de Nova York, estrelas de Hollywood e primeiras-damas dos Estados Unidos durante uma carreira de cinco décadas.

Jovens de preto recepcionavam convidados impecavelmente vestidos na Igreja de Santo Inácio de Loyola no Upper East Side, bairro elegante de Nova York.

Os ex-secretários de Estado Henry Kissinger e Hillary Clinton, o ex-prefeito de Nova York Michael Bloomberg e a editora da revista Vogue Anna Wintour discursaram durante o funeral.

Os colegas Valentino e Diane von Furstenberg foram dos primeiros a chegar, seguidos pelo diretor Mike Nichols e sua esposa e jornalista Diane Sawyer, os estilistas Tommy Hilfiger e Donna Karan, Chelsea Clinton, filha de Bill e Hillary Clinton, a jornalista Barbara Walters, a fotógrafa Annie Leibovitz e o ator Hugh Jackman.

Fãs e fotógrafos foram mantidos atrás de barreiras policiais que se estendiam por um quarteirão, distantes da imponente igreja na Park Avenue.

“Ele foi um ícone e um guru da moda, e um homem maravilhoso, que mudou a vida das pessoas da moda”, disse Kim Wolfe, de 44 anos, de Manhattan.

“Suas peças e seu estilo realmente foram criados para a dama sofisticada, não necessariamente do século 21, mas de uma dama que já existiu”.

De la Renta faleceu em sua casa no Estado norte-americano de Connecticut em 20 de outubro, cercado por familiares, amigos e vários cachorros. A notícia de sua morte desencadeou uma enxurrada de condolências de estrelas hollywoodianas e ex-primeiras-damas que ele vestiu.

(Por Chris Francescani)

 
Pessoas comparecem ao funeral de Oscar de la Renta em Nova York nesta segunda-feira.  REUTERS/Lucas Jackson