6 de Novembro de 2014 / às 11:14 / em 3 anos

Miranda Lambert e Luke Bryan brilham em premiação de música country nos EUA

NASHVILLE Estados Unidos (Reuters) - A cantora Miranda Lambert venceu quatro prêmios da Associação de Música Country dos Estados Unidos (CMA, na sigla em inglês), e Luke Bryan voltou para casa como a personalidade do ano, em uma cerimônia marcada pela política nos EUA e pela ausência de Taylor Swift.

Miranda Lambert posa com prêmios recebidos no 48º CMA Awards em Nashville. 05/11/2014 REUTERS/Eric Henderson

Miranda, de 30 anos, que liderou a premiação com nove indicações, conseguiu fazer seu álbum conquistar o prêmio de melhor vocal feminino do ano.

“Eu não sei o que dizer. Não posso acreditar que estou aqui. Não posso acreditar que esta é a minha vida”, disse a cantora ao receber o prêmio, que vence há cinco anos consecutivos. “Droga! Eu choro toda vez.”

A texana também venceu o prêmio CMA de álbum do ano por “Platinum”, de música do ano pora “Automatic”, e também compartilhou o prêmio de evento musical do ano com a cantora australiana Keith Urban por “We Were Us”.

Bryan, de 38 anos, conquistou seu primeiro CMA após o sucesso de seu disco “Crash My Party”, de 2013.

“Há tempos que eu buscava ter um desse em minhas mãos”, disse Bryan a repórteres sobre o troféu.

O 48º show anual CMA, que concorre com o prêmio da Academia de Música Country pelo prestígio e pela audiência na televisão, é um dos principais eventos promocionais para o calendário da música country norte-americana. Os vencedores são escolhidos pelos 6.000 membros da CMA. 

Blake Shelton, marido de Miranda, também conquistou seu quinto prêmio seguido de melhor vocal masculino do ano. 

O show de abertura dos apresentadores Brad Paisley e Carrie Underwood chamou a atenção para a ausência de Taylor Swift, que deixou sua carreira como cantora country para se dedicar ao pop. Os anfitriões cantaram a paródia ”Postpartum Taylor Swift Disorder”, fazendo piada com a cantora. 

Underwood e Paisley brincaram que, ao não se importar com o rumo musical da Taylor Swift, o presidente dos EUA, Barack Obama, contribuiu para que os republicanos conquistassem o Senado nas eleições de terça-feira, levando a audiência às gargalhadas.

Dierks Bentley venceu o prêmio de melhor vídeo musical por “Drunk on a Plane”, ao passo que Florida Georgia Lina conquistou a estatueta de melhor dueto, e Little Big Town abocanhou a premiação de melhor vocal em grupo. 

Brett Eldredge, de 28, foi considerado o novo artista do ano.

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below