Empresário musical Suge Knight se declara inocente de acusação de roubo

quinta-feira, 6 de novembro de 2014 11:41 BRST
 

SÃO FRANCISCO (Reuters) - O empresário musical Marion “Suge” Knight declarou ser inocente das acusações de que teria roubado a câmera de um fotógrafo de celebridades no sul da Califórnia, informou a promotoria do Condado de Los Angeles, na quarta-feira.

Knight, de 49 anos, apresentou sua declaração a um tribunal de Los Angeles e em seguida foi colocado novamente sob custódia com uma fiança de 500 mil dólares, afirmou a promotoria no Twitter.

Knight e o comediante Katt Williams, de 43 anos, foram presos na semana passada e acusados de roubo devido a um incidente de 5 de setembro diante de um estúdio na cidade de Beverly Hills.

Knight, célebre por liderar a Death Row Records, gravadora de destaque nos anos 1990 que lançou rappers como Dr. Dre, Tupac Shakur e Snoop Dogg, foi preso em Las Vegas na quarta-feira passada.

A polícia de Las Vegas declarou que Knight também foi autuado por dirigir com uma carteira de habilitação vencida.

Se condenado, Knight pode passar até 30 anos em uma prisão estadual por causa de uma condenação anterior pelo delito grave de agressão com arma letal.

Williams, cujo verdadeiro nome é Micah e é conhecido por suas observações a respeito da vida dos negros nos Estados Unidos, pode pegar sete anos de cadeia se for condenado.

O jornal Los Angeles Times disse que Williams tinha uma audiência no tribunal marcada para quarta-feira, mas não compareceu. A dupla deve voltar à corte no dia 24 de dezembro, segundo o jornal.

O representante de Williams não foi encontrado de imediato para comentar, nem o advogado de Knight.

(Por Curtis Skinner )

 
Foto da ficha policial do empresário musical Marion "Suge" Knight. 28/10/2014  REUTERS/Polícia de Las Vegas/Divulgação via Reuters