Carta de Dimaggio a Marilyn Monroe é vendida por US$78 mil

domingo, 7 de dezembro de 2014 17:50 BRST
 

(Reuters) - Uma carta que jogador de beisebol Joe DiMaggio escreveu à atriz Marilyn Monroe antes de seu divórcio foi vendida por 78.125 dólares em um leilão de pertences de Marilyn na Califórnia, no sábado, de acordo com uma nota de imprensa da casa de leilões.

DiMaggio escreveu a carta a Monroe após uma coletiva de imprensa para anunciar seu divórcio, que ocorreu nove meses após o casamento em janeiro de 1954. A casa de leilões de Julien, em Beverly Hills, não revelou o comprador.

DiMaggio, jogador hall da fama pel New York Yankees, não queria terminar o casamento e pediu a Marilyn para reconsiderar.

Marilyn foi uma atriz e símbolo sexual com uma vida pessoal tumultuada, que incluiu três casamentos. Ela morreu em 1962 aos 36 anos em Los Angeles de uma overdose de drogas, disseram autoridades na época.

"Marilyn é um ícone que continua a ser um pouco misterioso e não tem nunca, nunca houve ninguém como ela", disse o presidente da empresa de leilões Julien Darren no domingo através de um porta-voz. "Itens que foram importantes para sua carreira e vida estão ficando cada vez mais difícil de encontrar."

O leilão de mais de 300 Monroe pertences pessoais incluiu uma série de cartas de amor escritas para ela pelo dramaturgo Arthur Miller, antes dele se tornar seu marido em 1956. Uma carta que ela escreveu a Miller foi vendida por 43.750 dólares, a casa de leilões informou. Miller e Marilyn se divorciaram menos de cinco anos após o casamento.

(Reportagem de Kevin Murphy em Kansas City)