Filha de Bill Cosby se junta à mãe na defesa do comediante em caso de abusos

terça-feira, 16 de dezembro de 2014 19:03 BRST
 

LOS ANGELES (Reuters) - Uma das filhas de Bill Cosby defendeu o comediante nesta terça-feira contra alegações de mais de uma dezena de mulheres de que o astro do programa "The Cosby Show" abusou sexualmente delas há décadas.

Evin Cosby, de 38 anos, disse em um comunicado que Cosby "é o pai que você achava que conhecia", ecoando a declaração de sua mãe, Camille Cosby, que defendeu publicamente o marido pela primeira vez na segunda-feira.

As declarações de Camille e Evin se debruçaram sobre a persona afável do comediante como o doutor Cliff Huxtable na famosa série "The Cosby Show".

"O 'The Cosby Show' era o meu programa de reality show de hoje", disse Evin Cosby na declaração, que foi divulgada no programa de TV sobre celebridades "Access Hollywood".

O comunicado divulgado por Evin, uma dos cinco filhos de Cosby, é a maior defesa que fez do pai em público. Ela já havia defendido ativamente seu pai no Facebook e criticado instituições, como a Spelman College, de Atlanta, que romperam com o comediante afro-americano.

Outros três filhos vivos de Cosby, todas mulheres, não comentaram as acusações publicamente. Seu filho, Ennis, foi morto em 1997.

Cosby, de 77 anos, não foi acusado, e seu advogado, Marty Singer, chamou as alegações de "desacreditadas" e "difamatórias".

(Reportagem de Eric Kelsey)

 
Ator Bill Cosby participa de evento em Nova York. 26/05/2014.  REUTERS/Eric Thayer