January 14, 2015 / 9:29 PM / 3 years ago

Tribunal vai ouvir caso de paternidade contra ex-rei Juan Carlos na Espanha

2 Min, DE LEITURA

O então rei da Espanha Juan Carlos participa de evento em palácio de El Pardo, nos arredores de Madri. 13/06/2014Andrea Comas

MADRI (Reuters) - Uma corte espanhola concordou nesta quarta-feira em ouvir uma ação de paternidade contra o ex-rei Juan Carlos por Ingrid Sartiau, uma belga de 48 anos, em mais um episódio de constrangimento para a família real espanhola.

Juan Carlos, pai do rei Felipe, abdicou no ano passado numa tentativa de restaurar a popularidade da monarquia. Uma série de escândalos fez com que a realeza fosse vista como distante, incluindo uma viagem de luxo secreta de Juan Carlos para caçar elefantes na África durante a crise econômica espanhola.

A abdicação levou à perda de imunidade judicial do rei de 78 anos, que tem apresentado problemas de saúde.

Ingrid Sartiau diz que o ex-rei é seu pai. Um porta-voz do palácio não quis comentar o caso nesta quarta.

O Judiciário rejeitou outra ação de paternidade feita contra Juan Carlos, por um espanhol de 58 anos, Albert Sola, alegando que ele não havia cumprido com os requerimentos legais.

Os parlamentares espanhóis aceleraram a criação de novas leis depois da abdicação para evitar que Juan Carlos fosse julgado nos tribunais comuns. No entanto, ele ainda pode ser julgado pela Suprema Corte.

Reportagem de Raquel Castillo

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below