Primeiro projeto de Gaudí fora da Espanha deve ser construído no Chile

quinta-feira, 22 de janeiro de 2015 21:18 BRST
 

Por Anthony Esposito

SANTIAGO (Reuters) - Mais de 90 anos depois que Antoni Gaudí enviou a um frade chileno dois esboços para a concepção de uma capela, a pequena cidade de Rancagua, no Chile, se prepara para construir o único projeto do falecido arquiteto catalão fora de sua Espanha natal.

A capela foi inicialmente planejada para fazer parte da famosa igreja da Sagrada Família, de Gaudí, em Barcelona, mas nunca foi construída.

"Temos que adaptar a arquitetura do projeto e o seu simbolismo para que o projeto se encaixe no contexto do século 21", disse à Reuters o arquiteto-chefe da capela e centro cultural, Christian Matzner.

O edifício irá, no entanto, reproduzir com precisão a preocupação de Gaudí com a geometria e a natureza, disse ele.

A cruz no alto da capela de 30 metros de altura e 10 metros por 10 metros de largura será adornada com cobre, o recurso mineral mais abundante do Chile e principal produto de exportação.

O forro da cúpula contará com as famosas pedras preciosas chilenas lápis-lazúli, de cor azul profundo. A capela também será construída para aguentar os frequentes, e ocasionalmente fortes, terremotos que abalam o país andino.

A presidente do Chile, Michelle Bachelet, prometeu 7,4 milhões de dólares para financiar o projeto, enquanto que mais de 1 milhão de dólares será levantado via doações.

A construção deve começar no segundo semestre de 2015 e ser concluída em quatro anos, disse Morin Contreras, supervisor regional de Rancagua, uma cidade agrícola e de mineração localizada 90 quilômetros ao sul da capital do Chile, Santiago.   Continuação...

 
Igreja Sagrada Família, de Gaudí, em Barcelona. 09/03/2010 REUTERS/ Albert Gea