Empresário musical "Suge" Knight retorna à custódia da polícia acusado de atropelamento

quinta-feira, 5 de fevereiro de 2015 12:38 BRST
 

(Reuters) - O influente empresário musical de hip-hop Marion "Suge" Knight voltou a ficar sob custódia da polícia depois de sair do hospital na noite de quarta-feira, informou a polícia do condado de Los Angeles.

O porta-voz da polícia local, o vice-xerife Kelvin Moody, disse que Knight teve alta perto das 21h (horário local), mas se recusou a descrever a natureza do tratamento do empresário.

Knight foi levado ao hospital na terça-feira pouco depois de se declarar inocente das acusações de assassinato, tentativa de assassinato e dois delitos de atropelamento e fuga.

Os promotores afirmaram que ele atropelou dois homens com sua picape em um estacionamento, matando um deles.

Os advogados de Knight, co-fundador da influente gravadora de hip-hop Death Row Records, dizem que ele foi atacado no local e que fugia quando atingiu os homens acidentalmente com seu veículo.

Em novembro, Knight, que já esteve na prisão por violar os termos de penas anteriores, se declarou inocente das acusações de que roubou uma câmera de um fotógrafo de celebridades.

Ele estava solto sob fiança na ocasião do incidente no estacionamento.

Um advogado do segundo homem atingido pelo carro de Knight, Cle "Bone" Sloan, declarou ao jornal Los Angeles Times que seu cliente cogita entrar com uma ação civil contra Knight.

(Por Curtis Skinner em São Francisco)

 
"Suge" Knight em julgamento em Compton, Califórnia. 03/02/2015 REUTERS/Paul Buck/Pool