9 de Fevereiro de 2015 / às 12:17 / em 3 anos

“Boyhood" ganha prêmios Bafta de melhor filme e diretor

Apresentador Tom Cruise (esquerda) eJonathan Sehring, Ellar Coltrane, Cathleen Sutherland, Patricia Arquette, Ethan Hawke e John Sloss posam após receberem Bafta de melhor filme por "Boyhood". 08/02/2015 REUTERS/Suzanne Plunkett

LONDRES (Reuters) - “Boyhood – Da Infância à Juventude” conquistou três estatuetas, incluindo melhor filme e diretor, na maior premiação do cinema britânico, o Bafta, no domingo, enquanto “O Grande Hotel Budapeste” levou cinco prêmios, mas nenhum nas categorias mais importantes.

“A Teoria de Tudo” recebeu três prêmios da Academia Britânica de Artes do Cinema e da Televisão (Bafta), incluindo o de melhor ator, na cerimônia apresentada pelo comediante Stephen Fry, enquanto “O Jogo da Imitação” não conseguiu emplacar nenhuma de suas nove indicações.

Richard Linklater conquistou o prêmio de diretor por “Boyhood”, que ele filmou ao longo de um período de 12 anos com o mesmo elenco. Patricia Arquette, que ganhou a estatueta de atriz coadjuvante por seu papel de uma mãe solteira, disse que Linklater tinha “tornado uma história comum em extraordinária”.

Eddie Redmayne levou o prêmio de melhor ator pela interpretação de Stephen Hawking, o prestigiado cientista paralisado por uma doença degenerativa do sistema neurológico, em “A Teoria de Tudo”. A obra também ganhou a estatueta de filme britânico notável.

O prêmio de atriz principal foi para Julianne Moore pela interpretação de uma professora de linguística às voltas com o mal de Alzheimer em “Para Sempre Alice”.

“O Grande Hotel Budapeste”, a história de um concièrge e seu jovem protegido, ganhou os prêmios de roteiro original, figurino, design de produção, maquiagem & cabelo e música original.

J.K. Simmons venceu na categoria de ator coadjuvante pelo papel de um professor de jazz dominador em “Whiplash: Em Busca da Perfeição”. O filme, rodado pelo diretor norte-americano Damien Chazelle em apenas 19 dias, também ganhou os prêmios de edição e som.

O mexicano Emmanuel Lubezki conquistou o prêmio de cinematografia por seu trabalho em “Birdman ou (A Inesperada Virtude da Ignorância)”, mas a sátira do show business não conseguiu levar os grandes prêmios previstos por alguns analistas.

Reportagem de Eric Walsh

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below