Estrelas da música prestam homenagem a Stevie Wonder

quarta-feira, 11 de fevereiro de 2015 10:55 BRST
 

Por Mary Milliken

LOS ANGELES (Reuters) - Estrelas do mundo da música, de Beyoncé a Tony Bennett e Pharrell Williams, homenagearam Stevie Wonder, o cantor, compositor e músico que chamaram de gênio e inspiração para suas carreiras.

Reunindo os talentos que foram a Los Angeles para a premiação do Grammy no domingo, o tributo de terça-feira ao astro teve Beyoncé cantando "Fingertips", uma música que colocou o menino prodígio de Detroit no mapa da Motown aos 12 anos.

Ela então se uniu ao cantor britânico Ed Sheeran para uma mistura de "Master Blaster" e "Higher Ground".

Wonder, agora com 64 ano, recebeu 25 prêmios Grammy, mais do que qualquer outro artista. Ele também ganhou o Álbum do Ano três vezes no espaço de quatro anos, em 1973, 1974 e 1976 – neste último, para sua famosa obra "Songs in the Key of Life".

"Eu vejo um monte de gente aqui", brincou Wonder, que ficou cego pouco depois do nascimento, quando apareceu no palco, diante da plateia lotada do Nokia Theatre, no centro de Los Angeles.

Wonder foi aclamado não só por suas contribuições ao soul, pop, jazz e R&B, em mais de meio século, mas também pelo empenho pelos direitos civis, mais notavelmente o seu esforço para fazer com que o aniversário de Martin Luther King Jr. fosse feriado nacional nos EUA.

Bennett cantou “For Once in My Life” e definiu Wonder como "um dos maiores artistas de jazz".

Lady Gaga disse que "as pessoas usam bastante a palavra gênio, mas Stevie Wonder realmente é um gênio", antes de interpretar com energia "I Wish".   Continuação...

 
Show em homenagem a Stevie Wonder em Los Angeles. 10/02/2015  REUTERS/Mario Anzuoni