12 de Fevereiro de 2015 / às 12:27 / 3 anos atrás

Retrato íntimo de casal gay russo ganha o World Press Photo

Foto de dinamarquês Mads Nissen ganhadora do prêmio World Press Photo de 2014. REUTERS/Mad Nissen/Politiken/Panos Pictures/Scanpix/World Press Photo/Divulgação via Reuters

AMSTERDÃ (Reuters) - Uma fotografia de dois amantes gays em São Petersburgo venceu o World Press Photo of the Year, disseram nesta quinta-feira os organizadores, que selecionaram uma foto que destaca as crescente dificuldades dos homossexuais na Rússia.

A foto, em que dois rostos são iluminados pela luz em um quarto escuro, venceu a categoria questões contemporâneas e ganhou o prêmio principal, superando as costumeiras imagens de conflitos, pelas quais a competição é mais conhecida.

“A vida de lésbicas, gays, bissexuais ou transgêneros está se tornando cada vez mais difícil na Rússia”, afirmou a World Press Photo, entidade com sede em Amsterdã, em um comunicado.

“As minorias sexuais enfrentam discriminação legal e social.”

A presidente do júri, Michele McNally, diretora de fotografia do New York Times, disse que a imagem é “esteticamente forte, e tem humanidade.”

A foto foi tirada por Mads Nissen, fotógrafo da equipe do jornal dinamarquês Politiken.

O primeiro prêmio de foto de noticiário local foi para Bulent Kilic, da Turquia, para uma imagem de uma menina ferida cercada pela polícia e encharcada por canhões de água em um protesto em Istambul.

A competição recebeu cerca de 100.000 fotos, algumas de guerras e catástrofes naturais, e outras da vida cotidiana.

Reportagem de Thomas Escritt

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below