Hospital impede visitas de parceiro de filha de Whitney Houston

sexta-feira, 13 de fevereiro de 2015 16:12 BRST
 

ATLANTA (Reuters) - O homem que a filha de Whitney Houston chama de marido não pode visitá-la no hospital em que está internada desde que foi encontrada com o rosto para baixo e inconsciente numa banheira no mês passado, disse seu primo a uma rede de televisão local.

Mas, num comunicado de quinta-feira à noite, advogados de seu parceiro, Nick Gordon, questionaram a afirmação do primo de que Gordon está entrando na Justiça para ter acesso à paciente no Hospital Universidade Emory, em Atlanta.

"Em resposta aos relatos de que Nick Gordon está adotando ações legais, ele gostaria de deixar claro que não está", informaram os advogados Randy Kessler e Joe Habachy em declaração.

Familiares disseram que Bobbi Kristina Brown, de 21 anos, filha única dos cantores Bobby Brown e Whitney, luta pela vida desde que Gordon e um amigo a encontraram em sua casa de Atlanta no dia 31 de janeiro.

Gordon e Bobbi Kristina se referiam um ao outro como marido e mulher, mas após a hospitalização de sua filha, Bobby Brown declarou que eles não são casados legalmente.

Enquanto a investigação policial prossegue, poucos detalhes sobre o estado da aspirante a cantora vêm sendo divulgados. Seu primo, Jerod Brown, disse em entrevista ao canal WXIA de Atlanta que ela continua ligada a um respirador e que a família não tem planos de desligar os aparelhos que a mantêm viva.

(Reportagem de David Beasley)

 
Bobbi Kristina Brown, filha da cantora falecida Whitney Houston, posa para foto durante evento em Hollywood, nos Estados Unidos. 16/08/2012 REUTERS/Fred Prouser